ENEM: 5 passos para entender e detonar na prova mais esperada do ano

Fala, aluno, tudo bem?

Nós, professores, sabemos que a hora do Enem é um momento de muita tensão, ansiedade e adrenalina para vocês. Porém, essa prova não é nenhum bicho de sete cabeças. Conhecendo a estrutura do exame e sabendo administrar bem o seu tempo, você não deve ter muitas dificuldades para mandar bem.

Neste post, confira 5 passos para entender a prova do Enem, saber o que priorizar e como detonar na prova mais esperada do ano. Vem comigo!

Passo 1: entendendo a prova

O Enem é bem diferente dos vestibulares tradicionais. Essa é uma prova mais cabeçona, que pega questões do cotidiano e as relaciona com os conteúdos das disciplinas. Outro ponto importante é que as questões do Enem têm enfoque interdisciplinar, ou seja, dificilmente você vai se deparar com uma questão que exija conhecimentos em apenas uma disciplina.

Pelo contrário: além de relacionar os conteúdos com coisas do cotidiano, a prova costuma misturar duas ou mais disciplinas em uma mesma questão, exigindo para isso muito raciocínio lógico.

Passo 2: começando bem

Sempre comece a prova do Enem pelas questões mais simples e que você tem certeza de que sabe fazer. É importante garantir esses pontos para não correr riscos de lá na frente ter que resolver tudo correndo e acabar escorregando em uma assunto que você domina.

Não fique travado em uma questão em que você está tendo muita dificuldade e que vai tomar muito do seu tempo e garanta logo as questões mais tranquilas. Para isso, comece batendo o olho em cada questão, buscando as mais curtas ou aquelas em que as alternativas pareçam mais diretas. Se a questão for de uma página inteira, por exemplo, deixe-a para depois.

Outra dica importante: questões que parecem mais complexas e interpretativas é uma boa deixar mais para o meio da prova. Isso porque, no começo, você ainda não está 100% focado e se distrai com facilidade. Por outro lado, no final, você já estará cansado e talvez não consiga pegar o pulo do gato no enunciado.

Passo 3: fazendo a redação

No dia da redação, não deixe-a para depois. Comece por ela, com a cabeça ainda fresca. Muitos alunos deixam a redação para o final, na ânsia de resolver o maior número de questões possíveis antes de se dedicar à escrita.

Porém, isso é um equívoco. Lembre-se de que só a redação vale 1000 pontos e quem zerar não consegue se candidatar nem ao Fies nem ao Prouni. Uma dica valiosa é: não perca tempo pensando no título da redação. Isso você pode deixar para o final. Concentre-se na argumentação e na estruturação do texto.

Passo 4: ganhando tempo

As provas do Enem possuem itens que têm a mesma estruturação: texto de apoio, comando e alternativas. O comando é a parte do enunciado que diz o que você precisa fazer em cada questão e é sempre o último parágrafo antes das alternativas.

A dica é: comece lendo o comando. Isso porque das duas uma: ou o comando já deixa claro o que precisa ser feito e você pode ir direto para alternativas; ou, caso sejam necessárias quaisquer informações do texto de apoio, você vai lê-lo sabendo o que procurar.

Muitos candidatos começam a leitura da questão pelo texto de apoio e, quando chegam no comando, têm que voltar e ler o texto de apoio uma segunda vez – e isso faz com que eles percam um tempo importantíssimo na prova. Pense: se você economizar 30 segundos em cada questão, no final da prova, que tem 180 questões, você ganha mais de uma hora!

Passo 5: aproveitando seu tempo

O Enem é uma prova longa e desgastante. No entanto, muitos alunos se perdem na ansiedade e querem fazer tudo na correria. Não tenha pressa de sair, fique até o final e use cada minuto que você tiver à sua disposição.

No primeiro dia, você tem 5h30 para resolver as provas de Linguagens (Língua Portuguesa, Literatura, Inglês ou Espanhol), Ciência Humanas (História, Geografia, Filosofia e Sociologia) e também a redação. Neste dia, geralmente o tempo é o suficiente para fazer tudo sem apertos.

No segundo dia, são 5h para as provas de Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia) e Matemática. Aqui, não vou mentir: o tempo é mais apertado, porque tem muita conta para fazer. Por sorte, os candidatos ganharam mais tempo para fazer a prova (antes, eram apenas 4h30).

A dica para o segundo dia é: comece pela prova de Matemática. Isso porque essa é a prova que mais tem discrepância entre os candidatos, ou seja, em que há mais pontos em disputa. Por isso, aproveite a cabeça fresca e garanta as questões de Matemática primeiro.


Extra 01: 03 Passos para entender bem o ENEM

Extra 02: 04 dicas para mandar bem no ENEM

É isso aí, aluno! Espero que você tenha compreendido um pouco melhor como entender e detonar no Enem. E se quiser ajuda para melhorar seu nível de Matemática para o Enem, para o vestibular, para o concurso ou para a faculdade, acesse o site do Matemática Rio e conheça meus planos e cursos. Espero você!


SAIBA MAIS

👉 Como estudar sozinho com videoaulas e aproveitar ao máximo os recursos da internet?
👉 MMC e MDC – Mínimo Múltiplo Comum e Máximo Divisor Comum

Me acompanhe nas redes sociais: curta a minha página no Facebook, me siga no Instagram, se inscreva no Youtube.

Compartilhar:

Deixe uma resposta